Ir para conteúdo principal
Entrar pesquisar
Entrar Você é um profissional que ama casamento?

Decoração

8 dicas de iluminação para casamento por Carlos Eduardo Ramos

Postado dia 16 de junho de 2017 por Beatriz Moura

A iluminação é imprescindível e fundamental para as festas de casamento. Segundo Carlos Eduardo, que fornece o serviço pela Carlos Eduardo Som, Luz e Imagens, ela é importante para realçar os detalhes que a noiva sonhou para a sua festa, como também interfere diretamente no resultado final das fotos do dia do sim. “A iluminação é como se fosse uma maquiagem destacando pontos sutis e principais de uma decoração”, analisa. Além disso, ela também é responsável pelo bem-estar do convidado, mal aplicada ela pode esquentar o ambiente e causar incomodo aos presentes. Para ajudar os noivos a entenderem mais sobre o assunto, pedimos dicas para o especialista que atua no mercado de eventos desde 1991.

1 – Planejamento é fundamental!

“O mais importante é ter planejamento. A luz tem que ser altamente estudada porque os efeitos dela são imprescindíveis. É necessário estudar o local para ver o tamanho do pé direito, se a área é aberta ou fechada. Além disso, se já tem luz e energia suficiente para suportar os refletores.”

2- A importância do gerador

“O estabelecimento comercial é construído pensando na iluminação do próprio local e nem sempre suporta a iluminação extra. Por isso, em 2010 criamos a empresa GR3 Energia para dar mais qualidade, conforto e segurança aos nossos clientes. Gerador representa, em muitos dos casos, um custo de 2 a 4% do valor de um casamento e é fundamental para garantir que seu evento não vai parar por falta de luz! Os noivos sempre devem perguntar se o local oferece gerador e se o equipamento tem capacidade suficiente para suportar a carga elétrica do estabelecimento mais toda infraestrutura que o cliente alugou para o evento.”

3 – Solicite um serviço de elétrica para ligar cada equipamento

“Equipe de iluminação não possui instaladores de equipamentos extras que precisem de energia. Em muitos casos, o cliente pede para ligar máquina de café ou qualquer outro serviço no momento da montagem. Por isso, vale lembrar que os cabeamentos, disjuntores e tomadas da iluminação foram projetados e dimensionados para ligar os produtos de luz. Ressalto isso, para que não aconteçam acidentes de choques elétricos, curtos, queima de equipamentos de terceiros ou até mesmo incêndio. Basta planejar e solicitar um serviço de elétrica para ligar cada equipamento elétrico.”

4 – Cuidado extra com a iluminação da cerimônia

“Sempre pensar no resultado final, que são as fotos oficiais, na hora de planejar a iluminação da cerimônia. Podemos iluminar a entrada, caminho da noiva e altar, laterais da Igreja. Em muitos dos casos também é importante iluminar onde os padrinhos se formam para entrar na cerimônia, pois podem sair várias fotos espontâneas desse momento. Enfim, o ideal é pensar com o olhar de fotógrafo, sempre idealizado iluminar os pontos principais para que possam sair belos registros deste momento único e especial”.

5 – Coordene iluminação e decoração!

“Quando o casal de noivos nos procura, sempre pergunto o nome da decoradora para fazer contato e oferecer algo que seja adequado a proposta da festa. Os refletores precisam ser alugados de acordo com o que é desejado, com o tamanho do local e com o estilo de decoração. Não pode ficar desproporcional!”

6 – Colorido extra

“A cor da iluminação depende do gosto da noiva e da decoradora. Na região praiana, uso cores mais cítricas e tropicais. Um evento em salões mais sofisticados é possível usar tons mais claros, variações de branco. Na região serrana, fica interessante um clima mais rústico com cores mais quentes. Depende muito do estilo de decoração”.

7 – Pense no fotógrafo

“Uma boa luz é fundamental e facilita muito o trabalho do fotógrafo, além de gerar muitas opções de efeitos para o registro. Para isso, é importante que a empresa responsável pela iluminação tenha acesso à planta baixa do evento e detalhes de decoração bem como: tamanho dos móveis, quantidade de plantas, posicionamento do bolo, quantidade de detalhes a serem iluminados. Além disso, elaborar uma boa luz de arquitetura e paisagismo, que servirão também como cenário de fundo para lindas fotos, assim como as mesas principais de bolo, doces e bem casados.”

8 – Não há padrão em iluminação

“Cada evento é único e precisa ser pensado individualmente. Não tem como fazer um padrão para atender todos os clientes, mesmo que seja no mesmo local porque cada evento tem as suas variações. Para poder planejar a luz de cada festa é preciso saber quantos convidados terá, quantas mesas e plantas serão colocadas no salão, por onde os convidados entrarão, se terá cenografia para iluminar, entre outras questões. Planejamento é tudo!”