Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

O ar bucólico da serra deu o tom para a celebração apaixonada dos noivos

Postado dia 27 de abril de 2016 por Nathalia

Eles se conheceram na faculdade de medicina há mais de quinze anos. Mas o destino os levou para caminhos diferentes. Há cerca de quatro anos, Carol e Marcos se reencontraram depois que ele a adicionou em uma rede social. Como ambos estavam comprometidos na época, Carol topou sair para conversar, mas só como amigos. A química que tinham antes ficou cada vez mais evidente, e eles decidiram terminar os respectivos relacionamentos e dar uma chance para o destino. O namoro virou noivado quando Marcos aproveitou o almoço para celebrar o aniversário dele em ocasião perfeita para o pedido de casamento. “Ele me fez essa linda surpresa que eu nem estava esperando”, derrete-se Carol.

Carol é apaixonada por Petrópolis e sempre quis casar lá, cenário perfeito para casamento ao ar livre e com ar bucólico imaginado pela noiva. Ela tinha até um lugar em mente. “Já conhecia o Parador Santarém e, quando eu fui visitar novamente, vi que tinha que casar lá. É uma pousada super-romântica e aconchegante”, destaca. Para fotografar o grande dia, a noiva convidou a cunhada (e fotógrafa supertalentosa) Laura Campanella. “Já sabia que escolheria a Laura porque acompanho a carreira dela de perto e vejo como ela é dedicada e como gosta do que faz, além de ter um olhar diferenciado”, conta Carol, que convidou a fotógrafa para registrar o casamento e ser uma das suas madrinhas.

Celebrada pelo monge Alcio Braz Eido Soho, a cerimônia foi, para a noiva, o ponto alto do casamento. “A cerimônia budista não está atrelada à religião. O que interessa é que, naquele momento, está todo mundo ali para te desejar bem. Foi por isso que eu escolhi esse tipo de celebração”, conta Carol. A pista de dança foi aberta com a primeira dança dos noivos, coreografada por Edu Cigano, e ditou o tom da festa, que foi animada até o fim. “A festa de casamento não era um sonho meu, mas mudei de ideia. Você fica contagiada e é algo que vem de dentro. Não tem explicação. No final deu tudo certo e foi lindo”, finaliza.

Dica!

“Procure alguém que seja integrado neste ramo e possa te orientar nas suas escolhas, mas não deixe tudo na mão dessa pessoa. Você tem que se empenhar para escolher tudo do jeito que você quer”.

Serviços:

Alianças e joias: Henrimor | Aluguel de material: acessórios MC Locações e acervo, móveis Chiavari – Móveis e Objetos para Eventos, Márcia Nina Velas, toldo Seriflex e cortinas e lustre DJ Mau | Bolo e bem-casados: Casal Garcia | Bufê: Sandra Morelli Gastronomia | Buquê: Bia Gelli | Buquês das damas: Atelier Luciana King | Cabelo e maquiagem: Dimas Cassimiro, do Werner Coiffeur de Petrópolis | Caligrafia: Jorge Pinto Calígrafo | Celebrante: monge Alcio Braz Eido Soho | Cerimonial e decoração: ie! eventos | Chocolates: Chocolates Katz | Convidados: 250 pessoas | Convite: Eurostile | DJ: Jimmy Souza, da Rastropop | Doces: Brigadeiros Fabiana D’Angelo e Denise do Rego Macedo | Filmagem: Graviola Filmes | Flores: Vinícius Santo | Fotografia: Studio Laura Campanella | Lembrancinhas: para os convidados, sandálias em tecido colorido, água personalizada e kit ressaca, fornecidos pela ie! eventos, além de potes brigadeiro da Simone Maria Abelha. Para os padrinhos, caixa com cortador de charutos da Papel a la Carte e vinho e charutos comprados pelo noivo | Local da cerimônia e da festa: Hotel Parador Santarém | Lua de mel: Península de Maraú, na Bahia, e Sudeste Asiático, pela Be Happy Viagens | Manobrista e segurança: Itatrade | Música: Gilson Bender e Ricardo Dutra | Noite de núpcias: Hotel Parador Santarém | Papelaria personalizada: ie! eventos e Dupla Ideia | Roupa das damas de honra: Mairoca e Marilda Berbert | Roupa das mães dos noivos: Martu e Carol Hungria | Roupa do noivo: Alberto Gentleman | Roupa do pajem: gravata, sapatos e suspensório Mairoca, calça e camisa acervo pessoal | Som e iluminação: Zero DB | Vestido, véu, grinalda e sapato: Carol Hungria.