Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Casar na praia

Postado dia 13 de julho de 2017 por Ana Paula Graça

noivosMuitos casais sonhadores, ao se depararem com a avalanche de informações, principalmente com as fotográficas, se apaixonam pelos casamentos na praia, aos quais muitos chamam de casamento “pé na areia”. As praias urbanas do Rio de Janeiro praticamente impossibilitam essa celebração. Já Búzios, algumas ilhas do estado do Rio, a Região Sul e vários locais paradisíacos do Nordeste, como Trancoso e São Miguel dos Milagres, nos dão inúmeras opções.

Confira o que você não pode esquecer durante a organização da troca de alianças perto do mar!

Em primeiro lugar, é importantíssimo fazer visitas técnicas. Procure visitar dentro do horário em que você pretende casar. Veri­fique onde o sol se põe. Casar exatamente de frente para o pôr do sol pode lhe causar desconforto visual e modificar suas feições e expressões nas fotogra­fias, o que também é válido em relação aos convidados. Verifique se durante o horário da cerimônia e da festa existem os indesejáveis convidados voadores (mosquitos). Isso lhe permitirá se precaver com tochas de citronella, fumacê, repelentes etc.

Por ser um lugar de lindo visual, minha sugestão é marcar o casamento para duas horas antes do pôr do sol. Assim você terminará a cerimônia com uma linda luz e poderá fazer suas fotos de casal e com padrinhos, madrinhas e familiares com essa luz. Também leve em conta que o seu convidado não vai simplesmente chegar e sentar. Ele vai admirar o local, fotografar, fazer sel­fies… Dê tempo para ele também… Porém, é sempre prudente consultar seu fotógrafo antes de marcar o horário da cerimônia num casamento ao ar livre. Como o convidado geralmente chega de outras cidades para assistir à cerimônia, ele merece ser recebido com alguma bebida, como água de coco, sucos ou simplesmente água aromatizada… Na verdade, quaisquer “boas-vindas” serão apreciados.

A vista do mar, ou a simples proximidade dele, já torna a celebração um “casar na praia.” Mas se o casal optar por uma cerimônia literalmente pé na areia, muitas vezes dispensa passadeiras e até sapatos para a noiva, que eventualmente chega a usar apenas adereços nos pés. Nesse caso, é importante pensar se você tem convidados com dificuldade de locomoção.

O menu deve ser adequado para o casamento na praia. Não que você não possa servir carne ou massa, mas, com certeza, seus convidados esperam por peixes, saladas e frutos do mar. Por não se tratar de um casamento muito tradicional, lembre-se de colocar no convite ou no seu site todas as informações importantes para os convidados, por exemplo:

  • Como chegar (inclusive as coordenadas do Waze e Google Maps)
  • Onde ­ ficar (sugestões de pousadas)
  • Informações úteis (cabelereiro, farmácia, médico…)

A decoração deve ser compatível também. O colorido sempre será bem-vindo e, quanto mais colorido, mais se destacará no seu pano de fundo, que é naturalmente o azul e branco do mar e da areia. As madeiras, palhas e ­ fibras naturais e os tons ferruginosos sempre se encaixam perfeitamente nessas propostas de casamento. Se houver crianças entre seus convidados, prepare um espaço kids para elas. Os pais não levarão babás! E não se esqueça da comida dos baixinhos! Por fim, prepare-se para a hora extra… Seu convidado viajou para te prestigiar e não tem a menor pressa de ir embora. As tradicionais cinco ou seis horas de festa serão insuficientes com certeza.