Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Dicas para casar em tempos de crise

Postado dia 12 de maio de 2016 por Administrador

Casar em tempos de crise pode parecer impossível, mas, acredite, existem formas de driblar a crise e realizar seu sonho. O primeiro passo é saber como cada um poderá contribuir nas finanças do casamento. Você e seu noivo vão arcar com todas despesas? Os pais poderão ajudar? Conversem sobre o assunto e definam o orçamento. Dessa forma, vocês poderão ter uma ideia de valores e conseguirão controlar os gastos.

O segundo passo é ser seletiva com a lista de convidados. Basicamente, tudo é calculado em cima do número de convidados: bufê, bebidas, decoração, bolo, doces, bem-casados… Logo, quanto menor for sua lista, menor será o gasto.

O terceiro passo é definir o que é prioridade na sua festa de casamento. Já tive noiva que optou pela segunda locação do vestido, pois, por ser arquiteta, a prioridade era ter uma decoração bacana. Outra investiu no bufê porque, na família, era hobby cozinhar. É o que sempre falo: cada família tem uma história e preferências diferentes! Isso sempre tem que ser levado em consideração.

Veja outras dicas:

* São muitos fornecedores em uma festa de casamento. Portanto, pesquise bastante antes de fechar os contratos. O ideal é ter indicações  do cerimonial e de amigas que já casaram. Uma forma de economizar é negociar os pagamentos à vista. São bons os descontos;

* Qual seu critério para a escolha da data? Se puder, evite meses concorridos, como maio e setembro. Em maio, ainda tem o Dia das Mães, que faz com que as flores fiquem mais caras;

* Já pensou na possibilidade de casar durante a semana ou em um domingo? Sábado é sempre o dia mais concorrido e, consequentemente, mais caro;

* Casar de manhã é o máximo! Já pensou nessa possibilidade? Um casamento pela manhã pede decoração leve, não precisa ter velas nem iluminação;

* Para a cerimônia, escolha uma igreja menor. Assim, você gastará menos com o aluguel, decoração floral, iluminação decorativa, música da cerimônia (o número de músicos e instrumentos poderá ser menor) e seguranças;

* Sabemos que, aqui no Rio, alguns espaços são megaconcorridos e caros. Sendo assim, evite locais que cobrem aluguéis superaltos. Existem opções com excelente custo-benefício, como as capelas com salões, hotéis menores (você ainda ganha a noite de núpcias) e clubes que concedem descontos para sócios;

* Alguns locais permitem que o bufê seja de fora. O que é muito bom, pois você poderá degustar, ver o que mais vai agradar e, claro, qual estará dentro do seu orçamento. Para o menu, escolha coquetel com miniporções. É o melhor custo-benefício;

* Que tal comprar as bebidas de amigos que já casaram? Sempre sobra! Principalmente vodca e uísque. Com certeza o preço será menor. Se não conseguir comprar dessa forma, compre em consignação. Assim, as bebidas que sobram são devolvidas, e você recebe boa parte do dinheiro de volta;

* Não exagere nas quantidades. Calcule o tamanho do bolo, o número de doces, bem-casados, chocolates, bebidas, lembranças, dentro do seu número de convidados. Sei que isso parece óbvio, mas o que mais vejo nos casamentos que organizo é um grande exagero;

* Faça você mesma detalhes da decoração, como porta-guardanapos e lembrancinhas. Já vi noiva fazendo até os sousplats! Ficaram lindos!

* Para a decoração da festa, minha dica é aproveitar o mobiliário que o local oferece e usar mesas com toalhas. Na decoração floral, o uso de vasos menores, vidrinhos com poucas flores é opção interessante, econômica e fica um charme;

* O vestido… difícil pensar em economizar nesse item, mas que tal pensar em uma segunda e até terceira locação da peça? Esqueça qualquer superstição. Toda noiva é feliz no dia do casamento! Quanto ao sapato, selecione um que já esteja no uso e mande forrar com o mesmo tecido do vestido;

* Recompra – considere a opção de comprar itens de outras noivas: acessórios de cabelo, véu, sobra de rasteirinhas, forminhas… Já existem sites bem legais que oferecem essa opção;

* Não tenha vergonha de pedir emprestado. Uma amiga casou recentemente com um superbrinco? Peça emprestado! O tio tem um carro bacana? Peça emprestado para ir à igreja e festa;

* Opte por um convite simples, porém chique. Na hora de orçar, pergunte o custo de todos os papéis. Os preços variam muito;

* E claro: contrate um cerimonialista! O acompanhamento de um profissional, certamente, vai te direcionar ao melhor, com preço acessível.

Tenho certeza de que você vai conseguir fazer um lindo casamento! O importante é comemorar a união com familiares e amigos de verdade. Curta muito sua festa! Boa sorte!