Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

O casamento judaico e seus lindos simbolismos

Postado dia 23 de fevereiro de 2018 por Karolaine Silva
Foto: Reprodução Internet

Coluna O Essencial

Por Roberto Cohen

Muitas pessoas quando vão a um casamento judaico pela primeira vez guardam na memória uma incrível experiência. Mas o que ocorre nesta tão linda cerimônia que tanto marca a todos os que a assistem? Sua riqueza de símbolos! Veja alguns deles:

Foto: Reprodução Pinterest
Foto: Reprodução Pinterest

1)  O dia do casamento é como um Yom Kipur (Dia do Perdão, em que os judeus jejuam) para os noivos. É passado em jejum, oração, atos de bondande, caridade e reflexão espiritual.

2) A tradição diz que, nesse dia, Deus perdoa os noivos pelas transgressões cometidas em suas vidas para que possam começar a vida de casados em um estado totalmente puro.

3) Os noivos ficam sete dias sem se ver, um período que é tido como a Semana de Ouro. É a preparação final para o momento do começo de suas vidas como um casal. E-mails nem mensagens instantâneas são admitidos pelos rabinos, liberais ou ortodoxos.

Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

4) É tradição antiga o noivo cobrir a noiva com véu, com várias explicações: Por se encontrar no centro das atenções, durante a cerimônia, ela se cobre para que ninguém, além de seu marido, aprecie sua beleza. Também indica que o noivo está interessado não apenas na beleza física, mas também na beleza interior de sua noiva e em suas qualidades espirituais.

5) A noiva dá sete voltas ao redor do noivo. Isso tem vários significados:
– Relação com a queda das Muralhas de Jericó, ou seja, a noiva o circunda para quebrar qualquer barreira existente entre eles.
– Os sete dias da criação.
– A construção das paredes do novo lar, da criação de uma nova família.

6)  As sete bênçãos são recitadas para abençoar, felicitar e rezar pelo casal. Elas cobrem vários temas: a criação do mundo, a sobrevivência do povo judeu, o matrimônio, a felicidade do casal e a criação da família. Podem ser recitadas por uma ou várias pessoas.

Foto: Reprodução Pinterest
Foto: Reprodução Pinterest

7) O final da cerimônia é marcado pela quebra da taça pelo noivo. O noivo quebra o objeto, que fica envolto em guardanapo, pisando nele. Esse ato representa a destruição do Grande Templo em Jerusalém. Também nos lembra que, mesmo nos momentos mais felizes, podem haver momentos de tristeza, mas devemos saber dar continuidade a nossas vidas e famílias. Ao quebrar a taça, todos gritam “Mazal Tov” (que significa ‘boa sorte’), desejando ao casal toda a felicidade e sorte!

Foto: Reprodução Pinterest
Foto: Reprodução Pinterest

8) E vamos para a festa! Um dos pontos altos é o momento em que, durante as danças judaicas, o casal é levantado nas cadeiras e/ou sobre um tampo de mesa. Esse movimento tem duas explicações:
– Para aproximá-los do Criador;
– Desejo de que os convidados agradarem os noivos, pois esse é o verdadeiro intuito das comemorações judaicas. Seria a forma de o convidado agradecer por estar lá.

Foto: Reprodução Pinterest
Foto: Reprodução Pinterest
Mazal Tov!