Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Roberto Cohen dá dicas para iniciar a organização do casamento!

Postado dia 16 de janeiro de 2017 por Ana Paula Graça

Orientar uma noiva ou um casal no início dos preparativos não é uma tarefa fácil, mas é muito prazerosa! Sinto-me como a pessoa escolhida para dar rumo a um grande transatlântico, tirando ele do seu porto seguro e lançando-o ao mar, mostrando a ele que caminho tomar. Nesse momento, decide-se muitas vezes as coisas mais importantes do “Projeto Casamento”. Sim, comparo um casamento a um dos inúmeros projetos a dois que o casal vai realizar junto de agora em diante. E não seria nada normal se esse casal não chegasse a mim com inúmeras dúvidas. Por onde começar? Essa é a pergunta mais frequente que tenho que responder. Normalmente digo que existem três formas de se começar:

Por um sonho;

Por uma lista;

Por uma verba.

Seja qual for o fator limitador, existe um passo a passo que sugiro sempre ser seguido.

Se for pelo sonho: Ter liberdade de escolha é fundamental, então, é importante ter antecedência! Os primeiros passos a serem dados são a escolha do local da cerimônia, do local da recepção, da música da cerimônia e da recepção, fotografia e filmagem e, finalmente, o responsável pela beleza da noiva. E por que esses, e não bufê, bolo, doces, decoração? Bem, aqueles são, a meu ver, fornecedores de serviços que raríssimas vezes podem atender a dois eventos simultaneamente. Por isso devem ser cuidadosamente escolhidos.

O local da cerimônia: Deve comportar o número de padrinhos e de convidados e deve ser relativamente próximo ao local da recepção.

O local da recepção: Precisa permitir um número um pouco maior que o previsto na lista inicial, pois poucas listas de convidados mantêm-se fiéis ao longo dos preparativos. Deve atender às prioridades do casal, que podem ser: restrições a horário ou a fornecedores, gastronomia, localização, conforto para o convidado.

A música da cerimônia e da recepção: Comparo a música da festa a uma bomba cardíaca! Ela faz pulsar o coração de todos! Marca cada momento da cerimônia. Ela faz pulsar a festa. Ela fi cará registrada no vídeo como a sua trilha sonora.

A fotografia e a filmagem: Serão responsáveis por todo o registro. Tudo o que lhe restará serão essas imagens. Estáticas ou dinâmicas, elas serão suas lembranças, que você compartilhará por muito tempo com seus amigos e familiares. E lembre-se de que eles hoje em dia acompanham o casal desde o making of! Devem não apenas ter um bom produto final, mas também ser pessoas agradáveis.

Cabelo e maquiagem: A quem confiar a responsabilidade de deixá-la mais bela? Sugiro sempre que seja alguém que você já tenha alguma vez utilizado os serviços e já conheça o trabalho. Ou por indicação de amigos ou do seu cerimonialista. E com isso pronto, quais são os próximos passos? Lista! Tudo agora depende da sua lista! Precisamos dela para saber quantos convites, quantidade de bebidas, de doces, quantas mesas, cadeiras, lounges, lembrancinhas…. Capriche nela!

Se for pela lista: O mais importante dos itens listados acima se aplica a número de pessoas. Será que os locais mencionados serão realmente capazes de comportar seus convidados?

Se for pela verba: Neste caso, planejamento é fundamental! Não se deve iniciar nenhum processo/projeto sem se ter noção de quanto ele vai custar. Dessa forma, vocês não serão surpreendidos por nada. E para que serve um cerimonialista então? Para te fazer um cronograma com tudo isso; para que você não perca prazos; para te sugerir opções de fornecedores que se adaptem a seu perfil; para que você não perca tempo e vá direcionada a profissionais certos de te agradar! Precisamos de planejamento para tudo na vida! Para casar não seria diferente. Faça de seu planejamento a SUA festa, pois a que você prepara é para seus convidados!