Ir para conteúdo principal
Entrar pesquisar
Entrar E-books & etc

Moda

A trajetória centenária do Ruth Guimarães Atelier

Postado dia 31 de outubro de 2017 por Beatriz Moura

A inspiração e visão sobre moda da estilista Lourdinha Guimarães, filha de Ruth Guimarães e uma das proprietárias do Ruth Guimarães Atelier, veio de berço. A tradição do trabalho com o mundo das noivas teve início em 1898 com as tias de Ruth, moradoras do interior de Minas Gerais e apaixonadas por flores. “A Maria Andrade, mais conhecida como Mariquinha, pegava flores do jardim de casa e tentava reproduzir em qualquer tecido. Fazia isso sem ferramentas rebuscadas, usando apenas tesoura, garfos e facas para vincar”, conta Lourdinha, que cresceu ao redor de mulheres empreendedoras e criativas. Para ela, Mariquinha é uma grande inspiração. Com oito filhos e separada do marido resolveu ir ao Rio de Janeiro, onde o hobby virou profissão e começou a fazer grinaldas de noivas.

Ruth Guimarães seguiu os passos da tia. “A mamãe ficou fascinada e aprendeu o oficio da tia. Um belo dia ela preparou umas cinco grinaldas. Junto com Mariquinha, visitaram um cliente muito especial e ela foi elogiada pelas grinaldas. Foi assim que minha tia passou o primeiro cliente para mamãe”, explica Lourdinha, que conseguiu ouvir as histórias das tias mais velhas e ter lembranças especiais para a vida inteira. Não só a inspiração, como a admiração foram ainda maiores por conta da relação próxima com suas tias. “Me lembro de quando a tia Mariquinha me chamou na sua casa e disse que queria me ensinar a fazer três flores, antes de perder a visão”, relembra.

Toda essa trajetória fez diferença na vida de Ruth e Lourdinha, que trabalhavam, inicialmente, apenas com acessórios. No entanto, com a notoriedade dos produtos (que também brilharam nas cabeças de muitas atrizes em filmes e novelas famosas), o atelier começou a se dedicar na criação de vestidos de noivas, damas de honra, madrinhas e convidadas de casamentos. Com as mudanças através dos anos, Lourdinha frisa que a concepção dos produtos e estilo da grife até hoje são permeados pela história de sua família. “Somos pessoas flexíveis e queremos chegar ao ponto da cliente ficar realmente satisfeita com o que produzimos. Trabalhamos com muito amor e carinho e gostamos do que fazemos”, pontua a estilista, que já contabilizou mais de dez mil modelos em todos esses anos de tradição em moda noiva e festa.