Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Decoração

Casamento épico no Rio de Janeiro com décor de Christina Lips

Postado dia 29 de janeiro de 2015 por

A decoradora e cerimonialista Christina Lips foi responsável por materializar a paixão da designer de joias Fernanda Gollo em um casamento que entra na história do cenário carioca. Apreciadora dos tempos da Idade Média, castelos, da música e cultura celtas, a noiva nutria a ideia de uma comemoração nesse estilo mesmo antes de conhecer o noivo, o publicitário Tiago Capellan. Ele também gosta do assunto, possui descendência espanhola e adorou a concepção.A cerimônia, realizada na Igreja Nossa Senhora do Bom Sucesso, seguiu tradição católica. Já a festa foi pensada em detalhes para transmitir a proposta diferenciada do início ao fim. O lugar não poderia ser outro: o Museu Histórico Nacional. “Reproduzi a ideia no nosso castelo carioca. As pessoas achavam que estavam em um castelo real”, conta Lips. “Queria que fosse no Museu por conta do tema, que tem tudo a ver com o lugar”, acrescenta Fernanda.

Apesar da referência aos tempos da Idade Média, Christina adaptou ao máximo a decoração aos dias atuais. Procurou trazer elementos comuns nos dias de hoje, mas que, no conjunto, remetiam ao conceito da festa. O resultado foi uma releitura do estilo clássico medieval, com toque de modernidade. Foram apenas nove meses de preparação, já que os noivos contaram com a sorte de uma desistência na data que queriam realizar o casamento, em 19 de julho.

As cores quentes reinavam no ambiente, em degrade que ia do salmão ao pink, passando pelos tons alaranjados e avermelhados. Os arranjos tinham flores e frutas mescladas e na mesa do bufê vieram em formato de pirâmide, algo bastante usado naqueles tempos. Madeira de demolição era o material das mesas, grandes e retangulares e também em formato redondo – em uma alusão ao rei Arthur e aos Cavaleiros da Távola Redonda. As cadeiras, poltronas e bancos também faziam relação com os móveis usados na época. As paredes, inclusive, transportavam os convidados àquele tempo e lugar. Havia plotagem de tapeçaria medieval e, onde havia paredes de pedra no Museu, foram projetados castelos celtas ingleses e escoceses em tamanho fiel.

Jardins verticais lembravam as florestas europeias existentes na região. O paisagismo estava nas paredes, no teto e o lustre do local foi revestido por hera. Os escudos do Museu foram mantidos, com o jardim colocado por trás das peças. Christina Lips lançou mão de muita prataria e cristais, além de velas penduradas, tudo para dar o clima lúdico à comemoração.

Não só o ambiente levava os convidados aos momentos de deslumbre. O visual de Fernanda Gollo estava coerente com a festa e o tipo físico da designer só ajudava. Ela sabia como queria o vestido e quem iria fazê-lo: Sandro Barros. No lugar do véu, uma capa. Na cabeça, bela tiara – desenhada pela própria noiva – com bastante simbolismo. “Fiz o desenho baseado na arte celta, cujos nós são bastante característicos e remetem à eternidade e ao ciclo da vida. O destaque principal era a grande pedra opala no meio da testa. Na Idade Média era considerada mística e é excelente para ser usada em cerimônias. Dizem que dá sorte e representa fidelidade”, detalha Fernanda, que também fez o desenho do terço que usou.

O momento mais emocionante para os noivos foi a entrada na recepção com as gaitas de fole da banda Brazilian Piper de Niterói. “A banda de música celta Café Irlanda, que nos acompanhou durante a festa, também foi especialíssima”, revela a noiva.

O casamento de Fernanda e Tiago prova que, sob boa orientação e grandes ideias, é possível inovar, sem medo. “Que isso sirva de inspiração para outras noivas não terem medo de ousar e confiar no bom gosto do decorador para realizar o sonho de forma contemporânea, bonita e diferente”, fala Christina Lips. Está aberta a porta para comemorar o grande dia com muita originalidade e encantamento.

Produção, decoração, cerimonial, plotagens e cenografia: Christina Lips | Móveis: Commemorare e Festah | Objetos decorativos: acervo Christina Lips, Belle Table, A Festa é Nossa, Fina Louça | Velas: Eliana Lipiani | Paisagismo: Silvia Coimbra | Estruturas: Lonarte | Luz: M2 Eventos | Climatização: DRB Ar Condicionado | Fotografia: Beto Paes Leme, Bruno Ryfer e Thrall Photography