Ir para conteúdo principal
Entrar pesquisar
Entrar E-books & etc

Decoração

Decoradora transforma o Copacabana Palace em jardim para casamento romântico

Postado dia 21 de maio de 2015 por Nathalia

Muitas flores, luxo e romantismo. A decoração do casamento de Raphaela Trussardi Severiano Ribeiro e Pedro Paulo Ozenda, ocorrido em 16 de maio, pode ser descrita dessa forma. Criada por Christina Lips inspirada pelo desejo clássico e cor-de-rosa da noiva, transformou o Copacabana Palace em um verdadeiro jardim.

A decoradora falou com exclusividade ao euamocasamento.com sobre a concepção do décor, inclusive a escolha e disposição do mobiliário e vários detalhes. Confira a entrevista, alguns registros de Jorge e Larissa@RIBAS e de João Salamonde na galeria e aguarde pela história do casal na próxima edição da Noivas Rio!

O que a noiva desejava para o espaço?

A concepção deste décor foi inteiramente clássica e romântica, para todos os cinco salões do Copacabana Palace.  As tonalidades preferidas da noiva transbordavam sua jovialidade.

A cor foi rosa. Como foi a escolha de tons e flores para a decoração?

As degradês que partiam do branco, off white, rosa seco e bois de rose, e as flores escolhidas foram as orquídeas denphales, falenopsis, rosas, tulipas, lisianthus, mini rosas, cravíneas e hortências.

Conte sobre a produção de cada um dos espaços.

O Golden Room foi totalmente coberto por muros ingleses e inteiramente rodeado por jardineiras de flores, com grande lustre central de cinco metros com flores em profusão.  Grande open bar  espelhado e lounges provençais também rodeavam a pista de dança, com camarotes para os noivos e padrinhos nos dois lados do palco.

Nas duas extremidades do Salão Nobre pontificavam sofás em formato de S com 10 metros de extensão arrematados em sua parte superior por jardineiras de tulipas.  Centralizado no Nobre havia um grande lounge provençal com teto formado por um terceiro jardim de tulipas e muitas velas.  Lustres de velas e flores rodearam todo o salão. Grandes mesas em estilo Império de cinco metros em radica atravessavam perpendicularmente o Nobre, com candelabros e bowls de prata e cristal repletos de flores.  Misturamos mesas redondas e retangulares para dar movimento ao salão e fugir de outros layouts “déjà vu”.

Nos três salões frontais ficaram outros lounges alternados a mesas redondas e retangulares, sempre no mesmo estilo provençal, mas com variações de tipos de cadeiras e mesas, para dar movimento e fugir da monotonia de se utilizar sempre o mesmo tipo de mobiliário em todos os salões.

No salão de leitura, o grande lounge foi formado pelas oito mesas provençais espelhadas de doces, com cinco grandes lustres de flores e cristais.  Baixelas de prata e cristais foram utilizadas para arrumar os mais de nove mil doces e dois mil bem-casados, com buquês de rosas, tulipas e begônias que se misturavam às forminhas de doces em forma de flores, nos mesmos tons.

O que mais encantou você nessa decoração? E o que mais pareceu encantar os convidados?

Considero esta diversidade de móveis e diferentes tipos de layout para cada salão o grande diferencial deste décor, que tanto encantou os convidados.  Planejei e executei esta planta diferenciada para todos os cinco salões para surpreender os convidados  e criar expectativas ao entrar em cada um deles. E fico feliz que consegui!