Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Moda

Designer cria vestidos a partir de reciclagem e matéria-prima natural

Postado dia 23 de janeiro de 2015 por Nathalia

Vestidos de noiva podem ser feitos com muitos tecidos, aplicações, bordados, rendas… Mas alguém imaginaria usar sacos de cimento e fibras de árvores? Pois a designer de moda Iáskara Isadora pensou e executou essa ideia em busca de peças sustentáveis e cheias de estilo.

A história começou na faculdade e virou o principal projeto da designer mineira de 26 anos. Os modelos são criados totalmente por ela para coleções ou exclusivos para as clientes – que levam em média três meses para ficarem prontos, ao custo mínimo de R$ 2 mil para festa e R$ 3 mil para noivas. A partir desse ano, a estilista lançará uma coleção de verão e outra de inverno, seguindo o calendário da moda, além da Noiva/Festa. Conheça melhor o trabalho na entrevista que Iáskara concedeu ao euamocasamento.com!

 

Como surgiu a ideia?

Sempre me interessei pelas causas ambientais e após ingressar na universidade comecei uma pesquisa relacionando moda e sustentabilidade. No segundo semestre de 2012, ainda na graduação, cursei uma disciplina denominada “Artes da Fibra”, em que aprendi a reciclagem de papel e conheci a obra do artista plástico Hilal Sami Hilal – precursor da técnica utilizada em minhas peças. Na mesma época, estava desenvolvendo meu trabalho de conclusão de curso, então, fiz a junção do aprendizado de minhas pesquisas com os da disciplina para criar a coleção “Construindo um olhar feminino: fibras e rendas”. Após selecionar a técnica, precisava de um material resistente – o saco de cimento foi uma escolha acertada, pois, além de ser resistente, é pouco reutilizado. Inicialmente, a ideia era criar peças para exposição. Após o resultado e sua repercussão comecei a pesquisar formas de tornar as peças resistentes ao uso. O processo é praticamente todo manual, inclusive a construção da renda.

Como a ideia se tornou viável?

Apresentei minha primeira coleção de papel em dezembro de 2013. Após o resultado, comecei a pesquisar materiais que pudessem agregar resistência às peças. Sob a orientação da professora Joice Saturnino fiz vários testes introduzindo fibras e resinas naturais na composição da renda até conseguir um resultado satisfatório.

Como é o processo de criação?

Busco temas ou referências interessantes, faço uma pesquisa e começo a criação dos modelos. No caso de peças sob medida, faço uma reunião com a cliente para escutar o que ela deseja, avaliar estilo, corpo etc. A partir do que foi apresentado, construo os croquis.

Quais são os materiais usados? Por que os escolheu?

A renda de papel é composta de saco de cimento, fibra de bananeira, fibra de taquaraçu e resina de bananeira. Os tingimentos são derivados de vegetais ou minerais. Para bordados e abotoamentos são utilizadas sementes e contas de madeira. As fibras naturais e resinas dão maior resistência e durabilidade para a renda. Com foco na sustentabilidade, sempre priorizo materiais naturais.

Como é feita a transformação do material?

Para confecção da renda, os sacos de cimento são limpos e processados, tomando a forma de uma pasta. As fibras naturais são adicionadas a essa pasta, que é clareada e tingida naturalmente – quando necessário – com vegetais ou minerais. Em seguida, a mistura é colocada em uma bisnaga e eu desenho a renda manualmente.

O resultado é de fácil manuseio? Permite modelos diferenciados?

A renda é composta por tule e papel. O papel deixa o têxtil mais armado, por isso, na hora de criar as peças o caimento do tecido é levado em conta. O têxtil não é produzido em grande escala, desenvolvo uma renda exclusiva para cada modelo, sob medida.

Por que vestidos de noiva?

Essa é minha primeira coleção de noivas [a Noivas Contemporâneas]. Embora eu não trabalhe só com papel, pretendo continuar investindo nesta linha. A sustentabilidade tem ganhado destaque no mercado e trazer uma proposta inovadora e consciente se tornou primordial. Minha proposta é criar peças que tragam todo o ideal de sonho e requinte que um vestido de noiva necessita atrelado à sustentabilidade. Nesta coleção, em especial, procurei apresentar não só um material diferenciado, mas silhuetas pouco convencionais, buscando algo realmente inovador. Entre as peças, inclusive, apresento um macacão. A cada coleção busco novas silhuetas, formas e bordados. Desde o tradicional até o irreverente. Trabalho com peças únicas, como uma noiva merece ser.

Como foi o desenvolvimento até os vestidos poderem ser usados pelas noivas?

Inicialmente a renda era composta apenas por sacos de cimento reciclados. Embora seja um material resistente, não era suficiente para a peça ser usada sem danos. Por isso foram feitos testes com a introdução de fibras e resinas para a renda ficar mais resistente. O material já adquiriu resistência à água. No momento, pesquiso formas de torná-lo totalmente impermeável, sem perder a flexibilidade.

Quem desejar conhecer o trabalho e adquirir modelos da designer pode acessar facebook.com/iaskaraisadoraestilista ou iaskaraisadora.com, além de poder fazer contato pelo e-mail contato@iaskaraisadora.com e o telefone (31) 7526-1562.

Coleção Noivas Contemporâneas. Fotografia: Nilson Domingos | Acessórios: Fernanda Oliveira | Maquiagem: Miriam Daniela | Cabelo: Vanessa Machado.