Ir para conteúdo principal
Entrar E-books & etc

Foto e Vídeo, Preparativos

Fotografia de casamento: 6 dicas para escolher o profissional perfeito!

Postado dia 25 de setembro de 2018 por Raquel Gonzalez
Foto: Rachel Escobar

O casamento é um dos dias mais importantes da vida de um casal, né? ♥ Se você valoriza a boa fotografia e busca uma recordação que te faça sentir aquele mesmo frio na barriga quando abrir o álbum, não pode perder as dicas que o EuAmoCasamento.com reuniu!

Conversamos com a fotógrafa Rachel Escobar, que deu seis orientações para os noivos escolherem o profissional perfeito para clicar a troca de alianças. Dá um print nos conselhos ou, se você for mais à moda antiga, anota no caderninho de organização… E garanta que vai mostrar as fotografias do casório com orgulho até para os bisnetos!

“Escolher o fotógrafo do casamento é uma função que exige sensibilidade, foco e, principalmente, alguns cuidados. Existem profissionais para todos os gostos (e bolsos), mas ficar atento a alguns detalhes fará toda a diferença”, Rachel destaca.

Casamento rústico e colorido anima a Praia de Geribá, em Búzios

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

1 – Prioridades

“Escolheu data e local? Então corre para escolher seu fotógrafo! Profissionais que trabalham com data exclusiva (não fazem mais de um casamento na mesma data) costumam ter a agenda superconcorrida. Não deixe para depois! O ideal é fechar sua fotografia com pelo menos um ano de antecedência.

Outro ponto a se pensar: o céu é o limite quanto o assunto é casamento. Este mercado é um mundo à parte, cheio de novidades e alguns itens supérfluos que podem comprometer uma boa parte do seu orçamento. Por isso, foque primeiro no que é imprescindível para que seu casamento aconteça”.

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

2 – Estilo

“Pense que você deve olhar as fotos do seu casamento daqui há 30/40 anos e continuar gostando delas. Cuidado com os ‘modismos’! Fotografia de casamento não precisa ser careta, mas deve ser atemporal.

Existem muitos estilos quando o assunto é fotografia, mas, ainda assim, é possível escolher um fotógrafo com personalidade sem ser ‘marcado’ demais. Lembra da manga bufante, característica da década de 80? Assim também acontece na fotografia: o que está super em alta hoje pode fazer você torcer o nariz amanhã.

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

3 – Técnica

“Fotografia de casamento é uma mistura de fotojornalismo e arte. Por isso, avalie a experiência do seu fotógrafo, se as fotos são plasticamente bonitas e espontâneas ao mesmo tempo. Mais do que um portfólio bonito, o trabalho precisa de consistência! Peça para ver dois ou três casamentos inteiros e avalie se o todo do trabalho é linear.

Pergunte sobre como funciona o trabalho da equipe toda, a segurança dos arquivos, etc. Não fique com dúvidas!”

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

4 – Experiência

“Eu prefiro usar a palavra investimento. Quanto vale uma lembrança? O investimento que o profissional faz em cursos, equipamentos e na equipe é determinante para fechar o valor cobrado num casamento. Tenha cuidado quando a oferta é demais (como diz o velho ditado, o ‘santo desconfia’).

Além dos equipamentos, que valem uma pequena fortuna, toda a experiência vivida por aquele profissional é única. O fotógrafo faz imagens com tudo o que ele é, com tudo que já viveu. E a sensibilidade e o olhar de cada profissional tem tanto valor quanto os equipamentos utilizados”.

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

5 – Indicação

“O mercado de casamento está superaquecido e, com isso, muitos profissionais novos chegaram ao mercado. São realmente muitas opções. Respire e não pire!

Peça indicação às pessoas de confiança que já casaram, além de sua cerimonialista, pesquisa esses nomes nas redes sociais… É importante fazer um levantamento dos profissionais que mais te agradaram. Depois, é imprescindível marcar uma reunião com dois ou três para conhecê-los pessoalmente. Esse contato provavelmente vai te ajudar na hora de bater o martelo”.

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar

6 – Empatia

Os noivos precisam gostar do fotógrafo (a). E ele (a) precisa gostar de vocês, se interessar pela história do casal, entender a importância deste momento para as famílias. Quando essa sinergia acontece, o resultado é certo: fotos cheias de sentimento, que vão te fazer reviver todas as emoções do dia mais feliz da sua vida.

Se você é moderninha, falante e agitada, provavelmente vai se identificar com fotógrafos que tenham essa mesma vibe. Se a sua personalidade é mais discreta, romântica e tranquila, profissionais com esse mesmo perfil provavelmente te deixarão mais à vontade, por exemplo”.

Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar
Foto: Rachel Escobar